quinta-feira, 1 de abril de 2010

1º DE ABRIL – DIA DA MENTIRA


Foi com esse dia tão famoso e usado de pretexto para “pegadinhas” que Pedro Apostel aparece no Colégio Martins Veras para iniciar o ano letivo no doujinshi Pedro, o Diferente; causando certo alvoroço sobre a presença dele ali ser ou não uma enorme brincadeira por parte do colégio.

PETER ROGER HQ lançava mais precisamente na segunda semana de Abril na Livraria Midas Pedro, o Diferente com uma proposta enrolada e divertida, na qual, o 1º número não explicava nada, apenas confundia. Foi uma audaciosa 1ª impressão que agradou a grande maioria que comprava o doujin e trazendo desagrado a alguns que não gostavam de histórias cheia de entrelinhas.
Talvez por haver cursado (sem terminar) o curso de LETRAS, Pikachu (apelido pelo qual também é conhecido) resolveu fazer um enredo a pessoas que lêem e meditam o que leram. Não que o doujinshi seja todo requintado de frases filosóficas, mas há uma preocupação de trazer muita informação oculta nas ações e falas das personagens, como um quebra-cabeça. Há até uma metafísica das personagens argumentarem com o leitor acerca da trama e de suas motivações, sem deixar de ter pitadas de humor para que o leitor não viesse a bocejar.

Logo, fazem sete (7) anos que Pedro foi lançado e seu autor não relançou nenhuma reedição como pretendia e afirmava no passado. Talvez por afã ou talvez por mera acomodação, quem o sabe, mas 2010 o Blog aproveita para relembrar o feito da odisséia de um doujinshi que seguia prazos e que trouxe o doujinshiká para a notoriedade dos que curtem quadrinhos alternativos ao surgir em plena época de clímax do Animecon.

PETER ROGER HQ procura dar novo visual às suas personagens principais: o anti-social Pedro e a super-hiper-social mamãe Samí, porque seu traço se aperfeiçoou e o que antes era feito tudo a mão agora tem o aparato da tecnologia dando um ar mais profissional.
Sua promessa de que 2010 é o ano em que faremos contacto (referência ao filme) com novos personagens e doujins ainda está no ar; mas este Blog pode adiantar uma novidade: um doujins de “encontros”, já que o autor recusa a usar termos ingleses a qual seria “cross-over”.

Na lista desses encontros, que também servirá de homenagem (ele usará personagens de outros doujinshi), estão Lanonila (ainda inédita, mas se depender de Pikachu deixará de ser inédita), Regina, Usagi (a assassina de aluguel) e outros que ainda estão sobre estudo de serem encaixados competentemente no enredo.

Quem viver verá!


Dominus vobiscum!

3 comentários:

  1. Ei Roger. que bom que voce gostou da historia.
    Sabe ... eu estive conversando com meus amigos e a gente achou que pra possibilitar um maior aproveitamento de todos, a historia vai perder o conteudo hentai, que mesmo minimo e necessário, fazia a leitura pra menores de 18, um pouco dificil e as vezes indesejavel (yeah right...)
    mas é melhor assim neh.

    Não se preocupe com a historia. Porque ela foi escrita até o final, so falta mesmo desenhar.

    ResponderExcluir
  2. Roger, só uma correção: é LANOLINA o nome da personagem! :P

    ResponderExcluir